Chaussures Ugg Soldes Botte Ugg En Solde
Dicas para aproveitar a Ilha da Magia

Dicas para aproveitar a Ilha da Magia

 

Dentro da já tradicional proposta de aliar atualização profissional a uma atmosfera de lazer e bem-estar, o Congresso e a Expo-Abinam deste ano vão proporcionar a seus participantes muitas opções de entretenimento e descontração. A começar pelas que o resort Costão do Santinho, onde os eventos serão realizados entre os dias 3 e 5 de outubro de 2012, oferece.
Contando com estrutura completa de golf e SPA, o famoso resort de Florianópolis fica na exuberante praia do Santinho, na parte norte da capital catarinense. Permeado por dunas, costões, trilhas e sítios arqueológicos, o empreendimento tem 750 mil metros quadradas de Mata Atlântica preservada e mais de 200 mil metros quadrados de área construída. A ideia é proporcionar aos hóspedes atendimento de padrão internacional, alta gastronomia e lazer diversificado.
Para quem tiver pique de pegar o carro, vale a pena considerar alguns dos muitos roteiros turísticos de Florianópolis. Entre os destinos mais visitados do Brasil, a cidade é uma ilha costeira de 400 mil habitantes que parece destinada a evocar os prazeres da vida. Além das belas praias e atrativos naturais, Florianópolis é reconhecida pela vida noturna agitada e por oferecer comida farta e de alta qualidade para os mais variados gostos. Para completar, a cidade ostenta um dos mais altos Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do país. Fica difícil, diante de tais evidências, contestar o apelido desse pedaço incrível do Brasil: Ilha da Magia.

A região Norte de Florianópolis é onde fica o resort Costão do Santinho. Durante a alta temporada, também é a área mais populosa da cidade, pois possui ótima infraestrutura de serviços e oferece atrações turísticas variadas. As praias têm águas mais quentes e calmas do que em outras partes da ilha.

resort Costão do Santinho

 

Destino certo de modelos e celebridades, Jurerê Internacional é um bairro localizado no lado esquerdo da praia de Jurerê. Por ali, o alto nível das baladas chama atenção de quem é de fora. Não é raro encontrar mulheres super produzidas e festas diurnas (day parties) exclusivissímas.

Jurerê Internacional

Também na região Norte, as praias dos Ingleses, Brava e Santinho seduzem os surfistas com boas ondas.
Além das belíssimas opções do Roteiro Norte, Florianópolis reserva praias para todos os gostos em suas demais regiões, das agitadas às quase desertas. As praias do Leste, como Mole, Moçambique, Joaquina e Campeche, são redutos de surfistas. No litoral Sul, comunidades de pescadores e praias mais tranquilas são uma boa pedida para quem não se importar com o trajeto de carro até lá.
Os passeios de barco também valem a pena. Entre outros locais, eles têm saídas regulares da Barra da Lagoa, da Lagoa da Conceição, da Avenida Beira-mar Norte e também das praias de Canasvieiras, Campeche e Armação. Florianópolis também possui dezenas de trilhas, com diferentes graus de dificuldade. Muitas têm como destino final praias da própria cidade, como Naufragados, Lagoinha do Leste, Saquinho, Costa da Lagoa e Lagoa do Peri.

Em Cacupé, Sambaqui e Praia do Forte encontram-se restaurantes típicos com moluscos frescos e com arquitetura açoriana. Para quem gosta de história, a comunidade de Santo Antônio de Lisboa e as fortalezas construídas por portugueses no século XVIII merecem uma visita. Uma fica na praia do Forte. Outras duas podem ser visitadas nas ilhas de Anhatomirim e Ratones. Fazer um passeio de escuna e desvendar os mistérios das fortalezas é sempre interessante.

Praia dos Ingleses

 

Avenida Beira-mar Norte
Quem visita Florianópolis quase que obrigatoriamente conhece a Beira-mar Norte, extensa avenida que margeia a baía Norte e uma área de manguezal. A Beira-mar Norte começa na Ponte Hercílio Luz, o cartão-postal da cidade, e vai até a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), passando pelo Centro Integrado de Cultura (CIC). A paisagem é inconfundível: edifícios altos, um ao lado do outro; seis pistas separadas por um largo canteiro central e uma pista de jogging e ciclismo sempre movimentada. Vale a pena curtir o pôr-do-sol caminhando na Avenida Beira-mar Norte. Para quem gosta de compras, em suas vias marginais ficam dois dos principais shoppings da cidade, além de centros comerciais, lojas, restaurantes e bares.

Lagoa da Conceição
Junto com a Avenida Beira-mar Norte, a Lagoa da Conceição concentra a movimentação noturna da cidade. A região conhecida como “centrinho da Lagoa” reúne a maioria dos bares, restaurantes, lojas e cafés da Lagoa. Próximo do centrinho, em direção à estrada que leva à trilha da Costa da Lagoa, fica o Santuário de Nossa Senhora da Conceição (1750), igreja que guarda os sinos doados por D. Pedro II em 1847, ano em que visitou o local. Na Avenida das Rendeiras, que margeia a lagoa desde a ponte de pedra até o acesso às praias do Leste da Ilha, há mais bares e restaurantes, além de lojas que vendem renda de bilro, característica do artesanato local. Na Costa da Lagoa, o visitante encontra restaurantes sobre a água e mirantes com vista da região. A travessia para a Costa é feita por barcos que saem do terminal ao lado da ponte de pedra, no início da Avenida das Rendeiras, ou por trilha (caminhada de duas horas).

Ponte Hercílio Luz

Roteiro Central
A maioria dos pontos turísticos não naturais de Florianópolis está no centro, conhecido no passado colonial como Vila de Nossa Senhora do Desterro. Foi dessa vila que nasceu a capital catarinense. Acessíveis da região central, a Ponte Hercílio Luz, o Mercado Público Municipal e a Praça XV de Novembro são visitas obrigatórias de quem visita a cidade pela primeira vez. A Catedral Metropolitana e a Capela do Menino Deus possuem um grande acervo de arte sacra, enquanto os museus do centro oferecem obras representativas da memória política da região. As feiras de artesanato da Alfândega e do Largo da Catedral podem garantir boas lembranças. No centro de Florianópolis também há muita vida noturna. Em meio à arquitetura açoriana e portuguesa dos séculos XVII e XVIII, há vários bares alternativos, incluindo alguns voltados ao público GLS. Para apreciar um belo visual, vale a pena subir até o Mirante do Morro da Cruz.

Praça XV de Novembro

 
© 2012 Água & Vida
Desenvolvido por TGTSTUDIO.com.br